Monitoramento de plantas daninhas: Capim-Amargoso

* Por Suzany Dutra, Agrônoma e Especialista em Transformação Digital na Syngenta Digital 

O ano de 2020 foi de grande valorização dos grãos de soja e milho, o que despertou muito o interesse dos produtores em investir mais na lavoura para aumentar sua produtividade dentro da área que cultiva.  

Os cuidados já começam na dessecação, pois é importante um bom manejo para evitar a matocompetição de plantas daninhas que atrapalham no aumento dessa produtividade tão almejada. Algumas daninhas já possuem resistência ao glifosato, o que as torna de difícil controle e encarece o manejo da dessecação. O capim-amargoso é uma delas.  

O capim-amargoso, de nome científico Digitaria insularis, é uma planta da família das gramíneas e nativa do Brasil. Suas sementes têm alto poder germinativo, com característica pilosa, o que facilita sua grande dispersão pelo vento. Uma planta pode produzir até 100 mil sementes, o que torna tão complicado diminuir o banco de sementes no solo. 

Manejo digital 

Hoje, existe alguns manejos eficientes, em que se trabalham com produtos pré-emergentes, para combater esse banco de sementes antes de sua germinação, juntamente com produtos específicos para o controle da planta já emergida. Tudo depende do estágio de infestação. 

Em alguns casos, no entanto, essa planta está localizada apenas em alguns pontos do talhão, e o manejo digital se torna vantajoso. Com ele, é possível diminuir o grid do monitoramento do pragueiro. De forma rápida, o Cropwise Protector, da Syngenta Digital, por exemplo, gera um mapa de calor com os pontos desse monitoramento, mostrando os locais exatos da presença dessa erva.  

Assim, o produto só será aplicado nos pontos com o problema da daninha, o que torna a produção mais sustentável e ajuda muito no custo final da lavoura. Devido à resistência dessa planta ao glifosato, o custo da dessecação só tem aumentado. 

Acompanhe nossas redes sociais:
agricultura digitalcapim-amargosomonitoramentoplantas daninhas
Comments (0)
Add Comment